Smartphone - Aliado ou Vilão da produtividade

Smartphone - Aliado ou vilão

Sem sombras de dúvida, o Smartphone foi um grande sucesso nas inovações tecnológicas, e tornou-se item indispensável para profissionais e executivos que se beneficiam de sua funcionalidade para fazer apresentações, reuniões, acompanhar a produtividade de equipes, e tudo o quanto mais este pequeno aparelho possa lhe possibilitar com poucos toques.

Mas este pequeno aparelho não se limita a área profissional, e conquistou a atenção de todas as faixas etárias e públicos, sem distinção de classe social. De jovens estudantes a idosos, a utilização do smartphone hoje atinge um número assustador de pessoas ao redor do mundo. Mas, até onde vai a utilização saudável e produtiva destes aparelhos.

Imagine que seu aparelho celular quebrou, e você irá ficar sem ele por 24 horas, isso mesmo 24 horas sem utilizar aplicativos para conversar, pesquisar, produzir. O que você sente? Como acha que será seu dia? E se você também ficasse sem utilizar o computador ou tablet no mesmo período, como se sentiria? Completo?

Pesquisa realizada pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos*, entrevistou jovens de dez países, para saber o que eles sentiam após 24 horas sem utilizar tecnologia (celular, tablet ou computador), e as respostas foram alarmantes, pois estes jovens apresentaram sintomas de abstinência, isso mesmo, a mesma abstinência sofrida por dependentes de drogas!

Você seria capaz de imaginar que um produto tão inovador e simples pudesse provocar esta dependência em seus usuários?

A verdade é que os aplicativos desenvolvidos para estes aparelhos estão cada vez mais personalizados e direcionados para seu público alvo, onde geram cada vez mais interatividade e dependência.

Se você deseja realizar atividade física como corrida, tem aplicativo que lhe auxilia a medir seu desempenho.  Se quer controlar melhor sua agenda de compromissos, também tem aplicativo. Quer fazer apresentações no trabalho, tem aplicativo, e lógico, quer ter maior relacionamento com outras pessoas, existem vários aplicativos. Acontece que, esta interação social está se tornando muito prejudicial as relações humanas, pois teclar no celular é bem diferente do que conversar com alguém pessoalmente, onde você ver, escuta, toca e sente a pessoa que está com você.

Hoje um dos maiores problemas da população está na comunicação, seja ela escrita ou falada. Cada vez mais, erros de escritas são identificados em provas de concursos, cada vez mais, pessoas com receio e dificuldade de fazer apresentações em público. Então, como utilizar este fantástico aparelho de forma a contribuir com o seu dia?

Esta é uma pergunta que pode ser respondida de diversas formas, mas em todas elas será desenvolvido alguma estratégia para que a utilização do smartphone seja diminuída.

Identifique o que você sente quando está utilizando, esta pode ser uma grande pista de como você pode melhorar sua utilização. Assim como drogas, o celular pode lhe trazer prazer momentâneo, e isto pode viciar. Busque algo que lhe dar prazer no seu dia a dia, para que possa substituir. Um dos motivadores do ser humano é a busca pelo prazer.

Estabeleça uma agenda de utilização das redes sociais. Estes aplicativos tem sido grandes ladrões de tempo, diminuindo consideravelmente sua produtividade no trabalho, e dificilmente você encontra algo que não possa esperar um pouco pra ser visto.

E você, como tem utilizado este aparelho que pode auxiliá-lo produzir ou a deixar de produzir profissionalmente?

 

* Dados obtidos no link: http://istoe.com.br/326665_VITIMAS+DA+DEPENDENCIA+DIGITAL/